Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarksideListasVários

5 motivos para ler Objetos Sobrenaturais

Talvez a sua casa seja assombrada

“Objetos encontrados carregam energias e às vezes lembranças boas e ruins que podem não pertencer a você”.
— LORRAINE WARREN —

Todo mundo conhece pelo menos uma história sobre um objeto ou casa assombrada, mas nem todo mundo sabe como identificar as causas desses fenômenos ou como lidar com eles. Stacey Graham juntou diversas histórias ao longo de 20 anos como caçadora de fantasmas e divide com os leitores diversos segredos para lidar com visitantes indesejados, objetos malignos e muito mais. Confira 5 motivos para ler Objetos Sobrenaturais:

1. Identificar assombrações 

Saber identificar uma assombração é o primeiro passo para enfrentá-la. Em um divertido manual, Graham ensina a identificar assombrações através dos sentidos:

Sons estranhos: Passos, portas que abrem e fecham sozinhas, sussurros ou choros e ruídos não identificados.

– É possível seguir os sons? Eles levam para algum lugar específico da casa? Os fantasmas estão andando pelos cômodos? Os sons são de um galho batendo na janela ou de uma alma atormentada presa ao porão?

Odores mortais: Comida, charutos, cigarros, cachimbo ou pólvora.

– Um cheiro gostoso de comida pode atrair fantasmas, mas será que eles vão ficar para o jantar? Uma relíquia do campo de batalha ou um cachimbo dado de herança pode conter memórias que insistem em se fazer presentes, mesmo quando o espírito já partiu.

Visões: Aparições, itens desaparecidos ou eletrodomésticos.

– Muitas vezes temos o vislumbre de algo com o canto do olho e, quando olhamos de novo, não está mais lá. Antes de colocarmos a culpa em algo sobrenatural, é preciso saber que esse tipo de aparição exige muita energia e que pode ser a única coisa ao alcance do fantasma. Não é impossível que seja, mas é preciso ter esse tipo de coisa na cabeça.

LEIA TAMBÉM: OBJETOS SOBRENATURAIS: COMO IDENTIFICAR UMA ASSOMBRAÇÃO

Créditos: Forbes

2. Diferenciar os tipos de fantasmas

Graham também apresenta as 4 principais classes de fantasmas:

Residuais: É com uma lembrança de um passado distante, uma memória que fica presa a um objeto ou lugar e que pode ser sentido pelas pessoas mais sensíveis.

Inteligentes: Esse tipo de fantasma sabe exatamente o que está fazendo e consegue se manifestar de formas diferentes, podendo até mesmo se tornar visível para as pessoas.

Poltergeist: Se o Outro Lado tivesse uma escola, esse tipo de fantasma estaria na creche espiritual. É do tipo barulhento e que faz balbúrdia nas casas onde se instala, arremessando objetos contra as paredes, o chão ou até mesmo contra o teto.

Cena do filme Poltergeist (1982) em que objetos são empilhados | Créditos: MGM

Pessoas das Sombras: Aquele vulto que você acabou de ver passar pode ser uma pessoa das sombras: uma aparição fantasmagórica completamente aleatória que não está ligado a um objeto ou lugar e existe apenas por existir. Normalmente tem forma humanóide e de limites indistintos, se misturando às sombras ao redor.

3. Conhecer histórias

Boa parte do livro é dedicado às histórias que Graham coletou durante a vida, como as de bonecas amaldiçoadas, fantasmas que procuram partes dos seus corpos ou mesmo as lendas contadas em Hollywood. Uma das histórias contadas é a da Boneca Mandy que assombra o Quesnel & District Museum and Archives, na Colúmbia Britânica, com seu rosto quebrado.

LEIA TAMBÉM: 8 CASOS INVESTIGADOS POR ED & LORRAINE WARREN QUE IRÃO TE POSSUIR

Créditos: We Want to Believe

A antiga dona de Mandy relatou que a boneca pertencia à avó, mas que esquisitices começaram a ocorrer em sua casa quando a boneca chegou. Janelas fechadas instantes antes apareciam abertas e ouvia-se um bebê chorar no porão, mas ao ir até lá, ela se deparava com o uivo do vento através de outra janela aberta, e nenhuma criança para consolar.

No próprio museu também foram notados fenômenos estranhos como objetos arremessados no chão, materiais desaparecidos e passos pelos corredores, mesmo quando não havia mais ninguém.

4. Saber como se proteger

Não é questão de se existe ou não sobrenatural, mas sim de quando você irá confrontá-lo. Cada cultura tem seus próprios métodos para lidar com a morte, temendo ou até mesmo celebrando os fantasmas e Graham criou um guia de como lidar com o assunto:

Ferro: As cercas de ferro não estão presentes nos túmulos à toa, em diversos lugares do mundo o ferro é visto como um elemento que repele espíritos. Isso vale também para as ferraduras que, quando pregadas acima da porta de entrada da casa, mantém os fantasmas longe.

Créditos: The Spruce

Sal: Tradicionalmente o sal purifica objetos e ambientes, sendo usado como outro elemento repelente para fantasmas. Levar um pouco de sal no bolso não apenas protege você de fantasmas como ajuda a criar barreiras protetivas traçando linhas ou círculos de sal no chão.

Plantas: Na Grécia, acredita-se que violetas plantadas ao redor da casa mantêm os fantasmas longe. Já no Brasil, são as Espadas de São Jorge que protegem o ambiente. Diversas plantas são utilizadas para proteção desde tempos imemoriais e, muitas vezes, são usadas em amuletos para manter maus espíritos bem longe.

5. Onde encontrar

Se você não tem medo e quer mesmo investigar objetos sobrenaturais, Graham também dá diversas dicas de onde achá-los, como vendas de itens de segunda mão, mercados de pulgas, antiquários, bazares beneficentes, leilões e mais. Saiba onde procurar que o objeto certo com certeza irá te achar. E quando ele achar, tenha o livro em mãos.

LEIA TAMBÉM: CASO BIZARRO: DEAR DAVID

Ao folhear as páginas tenebrosas e ricas em detalhes de Objetos Sobrenaturais, os leitores irão conhecer uma seleção variada de itens assombrados e amaldiçoados, desde crânios que gritam até bonecas demoníacas — e entender como eles afetam as vidas de seus respectivos donos. 

“Livro fascinante. Vai fazer você olhar duas vezes para alguns dos itens em sua casa que inevitavelmente te assustam.”
— JILLYN, BITCHES N PROSE —

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Objetos Sobrenaturais + Brinde Exclusivo
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
O Mundo de Lore - Criaturas Estranhas
R$ 59,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime SceneFilmes

Novo filme sobre o caso Richthofen começa a ser planejado

Depois do sucesso alcançado pelos longas A Menina que Matou os Pais e O Menino que...

Por DarkSide
FilmesListas

Entenda a ordem cronológica de toda a saga Star Wars [ATUALIZADO]

Com a chegada do Disney+ no Brasil contendo todos os filmes e derivados de Star Wars,...

Por DarkSide
Cine Book ClubSéries

A 4ª temporada de Stranger Things já está entre nós

Chegou o grande dia: Após 3 anos de espera, os primeiros episódios da 4ª temporada...

Por DarkSide
FilmesListasPerfil

Ray Liotta, para sempre um bom companheiro

Em 1990, a adaptação de Os Bons Companheiros dirigida por Martin Scorsese lançou o...

Por DarkSide
Graphic NovelListas

As florestas mais mágicas do Japão + hábitos relacionados a elas

Os fãs dos títulos japoneses lançados pela Caveira já se depararam com florestas...

Por DarkSide