Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Graphic NovelListas

5 Motivos para ler Palavras, Magias e Serpentes

Alan Moore e Eddie Campbell em uma união mágica

16/11/2023

Quando pensamos na dupla Alan Moore e Eddie Campbell a primeira coisa que nos vem à mente é possivelmente o clássico Do Inferno. Entre 1989 e 1996, Moore escreveu e Campbell ilustrou a famosa graphic novel ambientada na Era Vitoriana, que traz uma nova hipótese para a história de um dos assassinos mais notórios e misteriosos da história: Jack, o Estripador

LEIA TAMBÉM: CRIMES VITORIANOS MACABROS: CURIOSIDADES SOBRE JACK, O ESTRIPADOR

No entanto, a parceria entre os dois artistas não acabou por aí. Os DarkSiders têm a chance de ver essas duas mentes criativas juntas novamente em Palavras, Magias e Serpentes, obra inédita no Brasil que reúne a quadrinização de duas performances realizadas por Moore e adaptadas por Campbell. 

Aproveitando que Alan Moore está completando 70 anos, a Caveira reuniu cinco motivos para ler este livro, que com certeza vai te proporcionar uma experiência mágica e marcante. 

1. Performances únicas eternizadas no papel

Na década de 1990, Alan Moore começou a realizar performances artísticas híbridas, que misturavam música, teatro, jogo de luzes e diversos outros elementos cênicos e poéticos. Essas performances tornaram-se grandes formas de expressão de seus estudos místicos e artísticos, cruzando temas diversos como contracultura, música, psicogeografia, crítica à sociedade e cultura inglesa

Alan Moore

Eddie Campbell com quem Moore já havia trabalho em Do Inferno foi visitá-lo na Inglaterra e teve contato com duas dessas performances. O ilustrador ficou tão inquieto e impactado que pediu a Moore para quadrinizar essas apresentações tão marcantes

Assim nasceu Palavras, Magias e Serpentes. A obra reúne duas performances mágicas de Alan Moore: “A Membrana Fetal” e “Serpentes e Escadas”. Moore nunca realizou essas apresentações novamente e por sorte tivemos acesso a elas por meio dos desenhos e transcrições de Campbell, que as eternizou no papel. Inclusive, em sua introdução da graphic novel, Campbell conta que precisou transcrever o texto de “A Membrana Fetal” a partir de um CD, já que seu pedido foi tão inesperado que Moore não havia guardado uma versão escrita da performance.

2. Uma viagem pela mente e vida de Alan Moore

Palavras, Magias e Serpentes é antes de tudo uma grande homenagem à excentricidade e excelência de Alan Moore, um belíssimo registro poético e visual de sua mente e vida. Ao embarcar pelas páginas desta graphic novel, o DarkSider não irá visitar apenas seu lado artístico, já bastante conhecido por nós, mas também terá acesso à sua mente audaciosa e sua visão sobre espiritualidade, arte e magia. No entanto, ao final da experiência catártica que é Palavras, Magias e Serpentes, o leitor perceberá que todas essas coisas estão intrinsecamente unidas na trajetória de Moore.

LEIA TAMBÉM: PALAVRAS MÁGICAS: POR QUE ALAN MOORE É O MAGO DOS QUADRINHOS

Em “A Membrana Fetal”, por exemplo, performada em 18 de novembro de 1995, temos a chance de vislumbrar a vida de Moore, que relembra partes de sua infância, juventude e vida adulta. Aqui, ele relembra momentos como a morte da mãe, a descoberta da magia, seu primeiro contato com a arte e a opressão profissional e escolar que sofreu ao crescer na Inglaterra dos anos 1960 e 1970. 

3. Reflexões sobre arte, magia e consciência

Em 1993, quando completou 40 anos de idade, Moore declarou que se tornaria um mago cerimonial, dedicando-se desde então ao estudo e prática de uma noção muito própria de magia, ligada aos seus estudos sobre ocultismo, mas também à sua bagagem de vida. As performances eternizadas por Eddie Campbell em Palavras, Magias e Serpentes estão intrinsecamente conectadas a esse marco na história de Moore.

palavras magias e serpentes

Para o escritor, magia, arte e linguagem se entrecruzam e mesclam tanto em sua vida quanto em suas obras. Essa intersecção de conceitos é algo que encontramos em graphic novels aclamadas como Do Inferno e Promethea, por exemplo. Isso porque, para Moore, um contador de histórias é justamente uma criatura híbrida, que reúne em si o artista, o mago e o alterador de consciência. Em Palavras, Magias e Serpentes temos acesso a algumas das perspectivas e construções de sentido feitas pelo mago ao longo de todos esses anos. Prepare-se para uma viagem poética e gráfica pelas ideias de Moore sobre arte, magia, consciência, história, tempo e humanidade. 

4. A arte inquietante de Eddie Campbell

Embora as performances ilustradas sejam de Alan Moore e possuam um componente autobiográfico, o responsável pelo sopro de vida de Palavras, Magias e Serpentes é o quadrinista escocês Eddie Campbell. O talento artístico e a criatividade de Campbell são escancaradas na obra, que se posiciona de forma excepcional em sua carreira. 

No entanto, para além disso, é notável como Campbell se insere na narrativa de Moore com sua arte inquietante e convidativa, não apenas registrando visualmente as performances, que não foram concebidas como quadrinhos, mas entrecruzando as memórias e reflexões do amigo com as suas próprias. 

eddie campbell

Na introdução de Palavras, Magias e Serpentes, o quadrinista comenta que a apresentação de Moore despertou suas memórias mais pessoais e obscuras, de modo que elas também são retratadas no papel. Esse movimento funciona de forma contínua, convidando a nós, seus leitores, a fazermos o mesmo e revisitarmos nossas memórias e repensarmos nosso presente e passado.

5. Uma conversa que também é sobre quadrinhos

Para além da quadrinização de “A Membrana Fetal” e “Serpentes & Escadas”, a edição brasileira de Palavras, Magias e Serpentes traz aos DarkSiders uma longa e detalhada entrevista em que Moore e Campbell conversam sobre os mais variados assuntos. 

Entre reflexões sobre magia, o Deus Serpente, performances mágicas, misticismo e imaginação, o leitor também vai encontrar um papo delicioso sobre histórias em quadrinhos, obviamente. Nesta entrevista, conduzida por Campbell, a dupla conversa sobre a relação mago-artista, revisitando e indo fundo na criação de obras como Do Inferno, A Voz do Fogo e Promethea. Palavras, Magias e Serpentes proporciona a chance de espiar e participar dessa conversa imperdível entre dois gigantes do mundo dos quadrinhos.

A magia das palavras e das imagens 

Palavras, Magias e Serpentes traz ao DarkSider a mente de Alan Moore e o talento de Eddie Campbell em uma edição mágica e exclusiva, que ainda conta com um posfácio escrito pelo professor e escritor Enéias Tavares e o caderno de esboços originais de Campbell, que nos dão um vislumbre de seus bastidores e processo criativo. 

A obra une magia e arte, texto e imagem, imaginação e intelecto, pensamento e desejo, convidando todos nós a embarcarmos nessas reflexões, explorando nossos próprios caminhos da mente, da arte, do sentido e da sacralidade. Um trabalho especial e audacioso que com certeza vai deixar sua marca em todos os DarkSiders que decidirem trilhar esse caminho mágico ao lado de Alan Moore e Eddie Campbell. 

LEIA TAMBÉM: MISTÉRIOS QUE ATRAVESSAM OS SÉCULOS: O QUE TORNA O REI DE AMARELO UM CLÁSSICO ATEMPORAL?

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Palavras, Magias & Serpentes + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Crimes Vitorianos Macabros + Brinde Exclusivo
R$ 84,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Grimório Oculto + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide
LançamentoWish

Campanha no Catarse: Alice: Edição Pesadelo

O clássico onírico de uma menina que cai num buraco e se questiona sobre a vida, a...

Por DarkSide