Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ

CuriosidadesFilmesListas

7 curiosidades sobre a franquia Jogos Mortais

Conheça os segredos da franquia que marcou a estreia de James Wan na direção

“Olá, eu quero jogar um jogo”. Fãs da franquia Jogos Mortais sabem que quando esta frase é dublada pelo macabro boneco Billy apenas se pode esperar o pior. O que começou com apenas dois desconhecidos acorrentados em um banheiro acabou se tornando um intrincado quebra-cabeça que se estendeu por nove filmes em uma franquia bilionária.

O conceito surgiu das mentes dos cineastas James Wan e Leigh Whannell, que antes do filme de 2004 já tinham produzido um curta com o conceito do jogo. O sucesso foi tão grande que Wan se tornou um conhecido diretor de cinema, responsável pelos filmes sobre os casos sobrenaturais do casal Ed & Lorraine Warren na franquia Invocação do Mal.

LEIA TAMBÉM: SAIBA A ORDEM DOS FILMES DO UNIVERSO DE INVOCAÇÃO DO MAL

Os jogos doentios do assassino Jigsaw estão de volta com Espiral – O Legado de Jogos Mortais, novo filme da franquia, lançado quatro anos após a última vez em que vimos as armadilhas assassinas em ação com Jogos Mortais: Jigsaw. Na trama, um policial recebe uma misteriosa encomenda com todos os indicativos de ser um novo jogo, mesmo com o assassino morto há alguns anos.

Confira algumas curiosidades matadoras sobre Jogos Mortais

Para celebrar o retorno de Jigsaw, a Caveira escavou os mais imundos porões e desvendou os mais doentios quebra-cabeças da franquia em busca de curiosidades sobre os filmes. Separamos as mais legais a seguir:

1. O criador Leigh Whannell tem papel importante no primeiro filme

Além de ser cocriador do conceito por trás de Jogos Mortais e ter roteirizado o primeiro filme, Leigh Whannell também atuou nele, com um papel bem mais importante do que as aparições de Hitchcock em seus filmes. Whannell interpreta Adam, o fotógrafo que está acorrentado no banheiro com o Dr. Lawrence Gordon (Cary Elwes). 

Além do primeiro, Leigh Whannell ainda é creditado em outros filmes da franquia: Jogos Mortais 2, 3, 6 e apenas através da voz em Jogos Mortais 3D. Ele e James Wan trabalharam juntos em outras produções, como Gritos Mortais e Sobrenatural.

LEIA TAMBÉM: 13 PERSONAGENS ATERRORIZANTES DO CINEMA DE HORROR

2. Billy tem influências de Dario Argento

Originalmente o boneco Billy não faria parte dos filmes, mas foi acrescentado durante o processo. O manequim não foi comprado ou adaptado de algum produto, mas criado do zero por James Wan. Sua pintura assustadora é uma referência a Prelúdio para Matar, do diretor italiano Dario Argento

3. Jigsaw foi inspirado nas enxaquecas de Leigh Whannell

A filosofia por trás das armadilhas de Jigsaw é gradativamente revelada nos primeiros filmes: John Kramer é um engenheiro com um passado triste e que é diagnosticado com um câncer incurável. Com pouco tempo de vida, ele captura pessoas e as coloca em jogos que provem sua verdadeira vontade de viver.

Acredite ou não, essa ideia surgiu das enxaquecas do criador Leigh Whannell. Por um período ele sofreu com intensas dores de cabeça e imaginou o que aconteceria se fosse submetido a um exame de ressonância magnética e soubesse que tinha um tumor cerebral agressivo. O cineasta então imaginou se em vez de receber a notícia de que tinha dois anos de vida ouvisse dos médicos: “Você tem dez minutos. Se você irá viver ou morrer dependerá completamente de você”. E foi daí que surgiu Jigsaw.

4. O primeiro longa foi gravado em apenas 18 dias

Com orçamento limitado, o primeiro Jogos Mortais concentrou as gravações em apenas 18 dias. A proposta enxuta do filme se inspirou no modelo de outro filme de terror: Bruxa de Blair. Originalmente, a ideia era que as gravações do filme fossem obtidas apenas de câmeras de segurança de um elevador.

Com um orçamento de aproximadamente um milhão de dólares, o filme de estreia da franquia arrecadou mais de cem milhões em todo o mundo.

5. Existe uma HQ de Jogos Mortais

Após o lançamento do primeiro filme, foi publicada uma história em quadrinhos chamada Saw: Rebirth para promover Jogos Mortais 2. A história é um prequel e, apesar de ser considerada cânone da franquia, os eventos retratados na HQ são contraditórios ao que é revelado em Jogos Mortais 4.

Ainda assim, é a primeira aparição oficial de Jill, a esposa de Jigsaw, que só foi apresentada nos filmes em Jogos Mortais 3. Além disso, a HQ também estabeleceu a história de John – um engenheiro com um tumor cerebral fatal.

6. Chris Rock e Pulp Fiction em Espiral: O Legado de Jogos Mortais

Comediante veterano, Chris Rock certamente causou surpresa ao ser escalado para protagonizar Espiral: O Legado de Jogos Mortais, filme de uma franquia marcada pelo gore. Mas foi o próprio ator que tornou o novo longa possível: fã de Jogos Mortais, Rock deu a ideia do novo filme para a Lionsgate, que o escalou como protagonista e produtor executivo.

No filme, ele interpreta um policial chamado Zeke, filho de Samuel L. Jackson. Zeke é apelido para Ezekiel, em referência à passagem bíblica citada pelo personagem de Jackson em Pulp Fiction. Além desta, há outra menção ao filme de Tarantino: a escotilha no porão da polícia é fabricada por uma empresa chamada “Jules e Vincent”, a dupla interpretada por Samuel L. Jackson e John Travolta.

7. Há projetos para mais um filme e uma série de TV

Em abril deste ano foi anunciado que um décimo filme da franquia estaria em desenvolvimento. Porém, o diretor Darren Lynn  Bousman disse que se trata de um anúncio precipitado que surpreendeu a ele e aos produtores. Embora ele não afirme que Espiral encerre a franquia, Bousman acredita que será necessário ver o desempenho do filme atual para considerar a produção de um próximo.

Além deste projeto, fala-se sobre uma série de TV sobre a franquia. Em entrevista ao Deadline Hollywood, o executivo da Lionsgate Television Kevin Beggs afirmou que existem conversas preliminares para adaptar Espiral para uma série.

LEIA TAMBÉM: 6 ATRAÇÕES TURÍSTICAS PARA QUEM NÃO TEM MEDO DE TERROR

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Sabor Amargo + Brinde Exclusivo
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Psicopata Americano + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesHalloweenLançamento

Enfim Halloween!

Em um passado não tão distante, quando ouvimos falar em Halloween, duas coisas...

Por Cesar Bravo
Medo Clássico

Júlia Lopes de Almeida, uma gótica entre nós

Em 1897, 40 intelectuais brasileiros se juntam para fundar a Academia Brasileira de...

Por DarkSide
Crime SceneFilmes

Caso Richthofen: Livro de Ilana Casoy deu origem a dois filmes com pontos de vista diferentes

Em 2002 Suzane von Richthofen assassinou os pais com ajuda do namorado Daniel Cravinhos...

Por DarkSide
DarkloveMagicae

Celebre o início da primavera

Entender o ciclo natural do ano é uma das bases do conhecimento de toda Bruxa Natural...

Por DarkSide
LançamentoMacabra

Lançamento: Grimório Oculto, de John Michael Greer

Como revelar o que não podemos explicar? Acreditar é preciso. Essa é parte da...

Por Macabra