Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


CuriosidadesFábulas DarkFilmes

8 Diferenças entre A Pequena Sereia original e a versão da Disney

Clássico de Hans Christian Andersen é bem mais sinistro

25/05/2023

A sereia que encantou a galera nascida dos anos 1980 pra cá e que cresceu admirando as animações da Disney — seja no VHS, DVD ou agora no streaming — está de volta às telonas. A Pequena Sereia é a nova produção do estúdio a ganhar a sua roupagem live-action (e muito CGI).

LEIA TAMBÉM: SOMBRIAS E REFLEXIVAS: CONHEÇA AS RELEITURAS DARK DE A PEQUENA SEREIA

Estrelada por Halle Bailey, a produção resgata o encanto e as canções da animação de 1989, mas também confere uma visão um pouco mais adaptada aos tempos atuais e às novas audiências. Todos queremos ser parte do mundo de Ariel novamente.

Porém, assim como ocorre com boa parte dos contos de fada que passaram pelo “raio disneydizador”, A Pequena Sereia também passou por uma série de modificações que o distanciam da história original. Isso porque o clássico publicado por Hans Christian Andersen em 1837 estava muito mais para uma grande lição de moral do que para uma história de amor entre uma sereia e um humano.

Quem leu Princesas Dark sabe muito bem do que eu estou falando, pois essa é uma das histórias contempladas no livro, que traz também os contos originais de Branca de Neve, A Bela Adormecida, Rapunzel e tantos outros contos de fada. Se você cresceu em meio às versões Disney destas histórias, é uma leitura mais do que recomendada.

Divulgação Princesas Dark

Mas de volta ao fundo do mar e ao lançamento da Disney nos cinemas, a Caveira mergulhou nas principais divergências entre o que Hans Christian Andersen escreveu e animação que marcou a nossa infância. Confira quais são as principais diferenças entre A Pequena Sereia original e as versões da Disney:

1. Sem nome e sem amiguinhos falantes

Você provavelmente cresceu sabendo que o nome da Pequena Sereia era Ariel, e que ela tinha dois amigos marinhos chamados Linguado e Sebastião. Mas e se eu te disser que no conto de Hans Christian Andersen ela nem nome tem? E que seus amiguinhos sequer existem? Pois é, além da ausência de Linguado e Sebastião, nenhum dos personagens do original recebe nomes. Todo mundo é conhecido só como rei, príncipe, bruxa do mar… e por aí vai.

2. Diferentes personalidades

A Ariel da Disney é famosa pelo seu longo e ruivo cabelo e por ser uma adolescente sonhadora de 16 anos que é um tanto rebelde e ingênua pela própria juventude. Ela escapa do controle de seu pai em busca do príncipe Eric e já foi até acusada de se anular por causa do boy. Enquanto isso, o conto de fadas de Andersen enfatiza justamente a sua jornada à maturidade, quando ela assimila que seu destino como sereia é bem diferente dos humanos.

A Pequena Sereia
Disney/Divulgação

3. Amor ou vida eterna?

Quando comparamos filme e conto original, as ambições da Pequena Sereia não poderiam ser mais diferentes. Na versão da Disney ela só quer saber de virar humana pra conquistar o príncipe Eric, fazendo de tudo por amor. Mas na versão de Andersen ela está preocupada mesmo com as diferentes expectativas de vida e com o que acontece com sereias e humanos após a morte. Aparentemente, sereias podem viver 300 anos, mas quando morrem viram espuma do mar. Enquanto isso, humanos morrem mais cedo, mas suas almas vivem para sempre no paraíso. A personagem quer virar humana para que sua alma viva para sempre (prioridades, né?).

LEIA TAMBÉM: A PEQUENA SEREIA & O REINO DAS ILUSÕES: RELEITURA NA HORA CERTA

4. O príncipe nem é tão importante assim

Na maioria dos filmes de princesa da Disney as coisas só acontecem mesmo para as protagonistas quando há um interesse amoroso na parada — e com A Pequena Sereia não é diferente. Ela abre mão de tudo para ir atrás do boy, como se a sua felicidade dependesse desse relacionamento. Já no original, o plot amoroso é inserido na narrativa de maneira secundária, afinal, a protagonista já queria virar humana por outros motivos — uma alma eterna me parece bem mais razoável.

sereias história origens cultura pop

5. A incompreendida bruxa do mar

Muitas crianças provavelmente tiveram pesadelos com a maligna bruxa do mar Úrsula e seus tentáculos assustadores. Na animação, ela oferece pernas a Ariel para que ela conquiste o príncipe, em troca de sua voz. Mas as intenções da antagonistas são mais ambiciosas: o que ela quer mesmo é conseguir o tridente do rei Tritão e dominar os sete mares. Para isso, a bruxa trapaceia, transformando-se em humana com a voz de Ariel e tentando boicotar os planos da sereia.

No livro, no entanto, ela não é tão maligna (e nem se chama Úrsula). A troca da voz pelas pernas é real, mas quando firmam o acordo, a bruxa do mar alerta a sereia das consequências de se transformar em humana, incluindo uma vida dolorosa e a possibilidade de morrer caso o príncipe se case com outra pessoa. Ela também não tenta interferir nos planos da sereia e o resto da vida da personagem é irrelevante para ela.

6. Tretas familiares diferentes

A animação mostra a história de um pai protetor, que se recusa a deixar que a sua caçula se aventure na superfície pelo medo de perdê-la. Só que isso acaba motivando-a ainda mais a quebrar as regras, e no fim das contas o próprio Tritão vai à superfície para salvar a filha. Não sabemos nada sobre a mãe de Ariel ou outros parentes.

No livro, quando a avó da protagonista diz a ela que sereias não são contempladas com uma alma eterna, a protagonista faz de tudo para se tornar humana. Só que aqui quem vai ao resgate são as irmãs da sereia: elas fazem um acordo com a bruxa do mar com o objetivo de conseguir uma faca que permita à caçula matar o príncipe e quebrar o feitiço. O pai delas não aparece para salvar o dia.

irmãs de ariel
Disney/Reprodução

7. As consequências de se tornar humana

Conhecemos bem a versão da Disney: Ariel faz um acordo com Úrsula para se tornar humana por três dias e conquistar o príncipe Eric, em troca de sua voz. Para continuar humana para sempre, ela precisa de “um beijo de amor verdadeiro”. Senão, ela virará uma serva de Úrsula. 

No original, as consequências de se transformar em humana conseguem ser ainda mais sinistras. Ela sente dores cortantes a cada passo que dá. Além de não conseguir ficar com o príncipe, que se casa com outra, a sereia irá morrer como sua espécie original: transformando-se em espuma do mar e sem direito a uma alma eterna.

8. Final feliz versus lição de moral

No jeitinho da Disney, a animação coloca a narrativa do “amor verdadeiro” acima de tudo e como o verdadeiro objetivo em um final feliz. Só que Hans Christian Andersen queria dar uma lição para os leitores. Sem se casar com o príncipe e sem poder se tornar humana, a pequena sereia aguarda pelo nascer do sol em uma pedra, quando ela se transformará em espuma do mar. Suas irmãs até aparecem com a faca que conseguiram com a bruxa do mar (em troca pelos seus cabelos). A sereia poderia viver, desde que matasse o príncipe — o que ela não faz. Por causa de sua natureza altruísta, ela ganha mais uma chance de vida eterna através das filhas do ar.

ariel pequena sereia
Disney/Reprodução

A lição que ela aprende aqui é que a sua felicidade é determinada pelas próprias ações, ou seja, amor ou vingança não irão ajudá-la a ter uma alma eterna. A dor de caminhar, ter sua língua cortada e de se dar conta de que o príncipe não era quem ela imaginava não impediram que a sereia se mantivesse firme com seus princípios e ela aceitou o seu destino. O foco da história aqui tem muito mais a ver com a sua evolução e com a ideia de que a perseverança vale a pena no fim das contas.

LEIA TAMBÉM: ORIGENS, HISTÓRIA E TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE SEREIAS

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Princesas Dark + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
A Rainha da Neve + Brinde Exclusivo
R$ 49,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime Scene FictionFilmesNovidades

Um remake de Psicopata Americano? Até que não parece má ideia

Estrelado por Christian Bale, Psicopata Americano (2000) está vivendo um revival de...

Por DarkSide
CuriosidadesGraphic Novel

O que é ero guro?

Um gênero marcado pela união entre o erótico e o grotesco. Uma manifestação...

Por DarkSide
DarksideFilmes

Qual a relação de Casa de Folhas e filmes found footage?

Recém-chegada em sua nova residência suburbana, uma família decide instalar câmeras...

Por DarkSide
EventosNovidades

DarkSide® estará na Festa do Livro UFMG 2024

A Festa do Livro UFMG 2024 estará mais Dark: a DarkSide® Books é uma das mais de 40...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Doug Bradley gostaria de voltar a interpretar Pinhead em Evangelho de Sangue

Doug Bradley conquistou status de ícone do terror com sua representação de Pinhead...

Por DarkSide