Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesVários

Filme sobre Jim Jones terá Joseph Gordon-Levitt e Chloë Grace Moretz no elenco

White Night adaptará livro de uma sobrevivente da seita

A história de uma sobrevivente do massacre de Jonestown irá virar filme. O papel do líder da seita Templo do Povo, Jim Jones, será interpretado por Joseph Gordon-Levitt (A Origem, Os 7 de Chicago), enquanto Deborah Layton, que sobreviveu ao suposto suicídio coletivo, será interpretada por Chloë Grace Moretz (Kick-Ass, Carrie, a Estranha). 

LEIA TAMBÉM: MITOS SOBRE GARY HEIDNIK E OUTROS 5 LÍDERES DE SEITAS

Intitulado White Night, o longa ainda não tem tradução para o português e será uma adaptação do livro Seductive Poison, escrito por Layton. A direção do thriller psicológico ficará por conta da norueguesa Anne Sewitsky (A Very British Scandal, Black Mirror) e o roteiro leva a assinatura de William Wheeler (Rainha de Katwe, Ray Donovan). 

O longa será financiado pela FilmNation Entertainment e será produzido em conjunto com a Archer Gray. Segundo Amy Nauiokas, CEO da Archer Gray, é importante que as pessoas conheçam esta história do ponto de vista de Debbie Layton. “A jornada incrível da Debbie com o Templo do Povo merece ser visto através de gerações. Deveria servir como um aviso sobre o poder que certos tipos de líderes carismáticos podem ter e as lições bem reais que devem ser aprendidas com a nossa história.”

A presidente da FilmNation, Ashley Fox, acrescenta que acompanhar o desdobramento psicológico e dramático do ponto de vista de Debbie é um importante alerta nos dias de hoje: “Adentrar a magnética órbita de Jim Jones através dos olhos de uma jovem idealista e apaixonada nos lembra de que qualquer um pode se tornar uma vítima do extremismo sob certas circunstâncias”.

Jim Jones | Créditos: Nancy Wong

White Night não é o único projeto em andamento sobre Jonestown. Uma outra produção terá Leonardo DiCaprio no papel de Jones, mas não há informações sobre o início das filmagens. Uma minissérie da HBO chamada Raven também está em desenvolvimento, com o envolvimento de Vince Gilligan na produção. Gilligan é conhecido por ser o showrunner de Breaking Bad.

LEIA TAMBÉM: DE HEIDNIK A BUFFALO BILL: A INFLUÊNCIA DO ASSASSINO EM O SILÊNCIO DOS INOCENTES

Quem foi Jim Jones e o que era Jonestown

James Warren “Jim” Jones nasceu no estado de Indiana nos Estados Unidos e se tornou conhecido por ser o fundador e líder da seita Templo do Povo, que foi fundada em 1954. Ele e a esposa incentivavam a adoção de crianças de diferentes etnias e eles próprios adotaram uma menina de origem indígena, três coreanos e um menino negro, o que recebeu o nome de “família arco-íris”.

Deborah Layton | Créditos: deborahlayton.com

Nas décadas de 1960 e 1970 ele expandiu as atividades da seita para a Califórnia, com grandes comunidades em Los Angeles e São Francisco, onde funcionava sua sede. Apesar de ele ter atuado em prol do fim da segregação racial, em São Francisco começaram a sugir denúncias de ex-membros sobre planos para um suicídio coletivo liderado por ele.

Para deixar suas ações mais distantes das autoridades norte-americanas, Jim Jones fundou uma colônia agrícola na Guiana, próximo à fronteira com a Venezuela, que foi batizada informalmente de Jonestown. Mesmo assim, membros que conseguiram fugir e outras testemunhas acusaram o líder do culto de abuso e tortura física e psicológica, exigência de que os seguidores entregassem terras e posses a ele, interferência nos casamentos e vida sexual dos membros e sequestro de crianças, que eram separadas dos pais.

Entre estes sobreviventes que conseguiram denunciar nos Estados Unidos o que acontecia em Jonestown estavam Deborah Layton e um jovem chamado Tim, que descobriu ser filho biológico de Jones. O deputado Leo Ryan formou uma missão para investigar o que acontecia em Jonestown, mas foi assassinado por um dos seguidores de Jim Jones. No mesmo dia, o premeditado suicídio coletivo por ingestão de cianeto, batizado de “Noites Brancas”, ocorreu.

Porém, a morte de aproximadamente 900 pessoas provavelmente não foi tão voluntária assim. Segundo o livro The Road to Jonestown (A estrada para Jonestown), muitos dos membros provavelmente não sabiam que o suco estava envenenado e aqueles que se recusaram a beber foram agredidos e coagidos – possivelmente ameaçados com armas – a beber.

Jim Jones foi encontrado no pavilhão em que ocorreu um massacre com um tiro na cabeça. Até hoje não se sabe se ele se matou ou se algum seguidor atirou nele.

LEIA TAMBÉM: O LADO DARK DOS BEATLES

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

1 Comentário

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Manson: A Biografia
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
MEU AMIGO DAHMER
R$ 74,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesListas

10 Filmes de terror brasileiros para morrer de orgulho

A cada quatro anos os brasileiros se reúnem com um motivo em comum: a Copa do Mundo....

Por DarkSide
FilmesListas

5 Filmes trevosos com Jenna Ortega

O universo do terror ama uma scream queen, e Jenna Ortega chegou com tudo. Nem só de...

Por DarkSide
ListasMagicae

3 Feitiços para fazer em dezembro

O fim do ano está se aproximando e para muitas pessoas essa é uma época desafiadora...

Por DarkSide
FilmesListas

10 Filmes que misturam terror com comédia

Terror e comédia são provavelmente os gêneros mais difíceis de se trabalhar na...

Por DarkSide
FilmesListasSéries

A escola Wandinha de jovens trevosas

“Ela está naquela fase em que só se pensa em uma coisa.” Se o seu primeiro...

Por DarkSide