Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


MacabraNovidades

Massacre da Floresta de Shakahola: tudo o que sabemos sobre culto que matou fiéis de fome

Seguidores de seita foram obrigados a jejuar para "encontrar Jesus Cristo"

19/06/2023

Quando pensamos em seitas associamos a algo distante no tempo, provavelmente dos anos 1970 até o início dos anos 1990, como os casos da Família de Manson ou o massacre supostamente suicida dos seguidores de Jim Jones. Mas se aprendemos algo com Cultos: A Linguagem Secreta do Fanatismo, é que eles podem estar em qualquer lugar.

LEIA TAMBÉM: 10 LIVROS DE TRUE CRIME PARA DARKSIDERS INVESTIGADORES

Prova disso é a notícia recente de que mais de 200 pessoas foram encontradas mortas na floresta de Shakahola, no Quênia, após participarem de um culto. Nele, o pastor incentivou para que seus seguidores fizessem um “jejum extremo” para conhecer Jesus.

Em janeiro deste ano, Paul Makenzie, taxista autoproclamado pastor e fundador da Igreja Internacional das Boas Novas, no Quênia, incentivou os fiéis a fazer um jejum severo no intuito de “conhecer Jesus”. Afinal, segundo ele, o fim estaria próximo. E nisso a coisa foi escalando.

Mais de duzentos mortos foram encontrados

Após uma denúncia que levou ao descobrimento de 22 corpos, enterrados em fossas na floresta de Shakahola, a polícia do distrito de Kilifi encontrou mais de duzentos mortos. Há denúncias de pelo menos 600 desaparecidos, e esse número tende a crescer.

shakahola
Imagem: Ministério do Interior do Quênia/Reprodução

A floresta foi escolhida por Makenzie como “lugar sagrado”. Depois de fechar a sede de sua igreja, era lá que ele pregava contra crianças irem à escola ou recorrerem a tratamentos médicos. A morte em massa promovida por Makenzie está sendo chamada de Massacre da Floresta de Shakahola.

A polícia já encontrou cerca de cem pessoas com vida, escondidas em arbustos e árvores. As vítimas estavam “extremamente fracas e traumatizadas”, segundo a mídia local. Alguns adultos têm recusado tratamento médico e alimentação. Já as crianças sobreviventes têm sido cruciais para fornecer detalhes para a investigação, que não descarta a possibilidade de tráfico de órgãos

Pastor e capangas que perseguiram fugitivos foram presos

Segundo a BBC, os sobreviventes interrogados contaram que o pastor disse que as crianças deveriam ser as primeiras a morrer, seguindo a frase “vinde a mim as criancinhas”, atribuída a Jesus Cristo. Depois, deveriam ir os solteiros, as mulheres, os homens, para só então os líderes da igreja morrerem.

LEIA TAMBÉM: MITOS SOBRE GARY HEIDNIK E OUTROS 5 LÍDERES DE SEITAS

Ao menos 26 pessoas foram detidas, incluindo capangas que vigiavam a cerimônia para que ninguém quebrasse o jejum ou tentasse fugir do local. O relatório da polícia fala em “lavagem cerebral”. Aqueles que questionavam as ordens criminosas do pastor ouviam que os portões do paraíso seriam fechados para eles. 

Estes capangas estavam armados com facões, com os quais perseguiam, espancavam e arrastavam os que tentavam fugir de volta para a floresta. Entre as vítimas, a maioria faminta, havia muitas crianças. Segundo legistas, há indícios de pessoas estranguladas, espancadas ou asfixiadas

Fiança a pastor foi negada

Paul Makenzie já havia sido indiciado e se entregou em abril, depois que duas crianças da seita morreram de desnutrição. Na ocasião, ele pagou uma fiança de 100 mil xelins quenianos (cerca de R$ 3,7 mil) e foi liberado. 

shakahola
Imagem: MINA/Reprodução

Ao se entregar pela segunda vez, o líder da seita gritou “louve Jesus”. Ele tentou novamente a fiança, mas o pedido foi negado pela Justiça queniana para evitar interferência nas investigações. Paul Makenzie nega ter incentivado o jejum entre os fiéis de sua igreja. 

Segundo a polícia local, antes de se entregar, Makenzie teria ordenado que seus fiéis continuassem impondo a fome em massa e enterrando os mortos.

Por dentro da linguagem sedutora dos cultos

Se você também quer entender como líderes reais quais Makenzie conseguem mover multidões em torno de um ideal, por mais que isso sacrifique a própria vida, o livro Cultos: A Linguagem Secreta do Fanatismo oferece um estudo detalhado e espirituoso sobre os mecanismos linguísticos capazes de persuadir pessoas altamente motivadas em torno de uma ideia. O massacre no Quênia é um exemplo trágico dos extremos às quais as pessoas podem ser levadas, mas infelizmente está longe de ser o único ou o último na nossa sociedade.

cultos

LEIA TAMBÉM: 10 CURIOSIDADES ESTRANHAS SOBRE A CIENTOLOGIA

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Manson: A Biografia
R$ 89,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Ela Não Pode Confiar

    Wicked
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesFirestar Videolocadora

Deadly Blessing: Wes Craven, pesadelos e Sharon Stone

Alguns mestres supremos do terror se tornaram tão fortemente associados a algumas de...

Por Cesar Bravo
FilmesNovidades

Blumhouse fará um novo A Bruxa de Blair com a Lionsgate

Jason Blum vai reviver A Bruxa de Blair — e se você não captou o que significa essa...

Por DarkSide
Crime SceneLançamento

Lançamento: Lady Killers Profile: Jane Toppan, por Harold Schechter

Em 1891, Jane Toppan jurou cuidar e proteger em sua profissão como enfermeira...

Por DarkSide
Crime SceneNovidades

O.J. Simpson morre aos 76 anos

Aos 76 anos de idade, O.J. Simpson faleceu em decorrência de um câncer nessa...

Por DarkSide
LançamentoWish

Campanha no Catarse: Alice: Edição Pesadelo

O clássico onírico de uma menina que cai num buraco e se questiona sobre a vida, a...

Por DarkSide