Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


ListasMedo Clássico

O Corvo: Poema de Edgar Allan Poe na cultura pop

As homenagens vão de Simpsons a Stephen King

Com pouco mais de 100 linhas, o poema “O Corvo”, publicado em 29 de Janeiro de 1845, trouxe um tom sombrio e musical para um fato inusitado e se tornou um dos mais conhecidos, se não o mais conhecido, poema da língua inglesa. Na época, Poe já se sustentava financeiramente apenas com sua escrita, trabalhando como editor e publicando seus contos com frequência.

O poema trata da chegada de um corvo à casa de um homem (provavelmente um estudante) e sua perturbadora repetição das palavras “nunca mais”, independente da pergunta que fosse feita a ele, o que parece levar o homem a um estado de quase loucura. O nome do homem não é mencionado em nenhum momento, mas o de sua amada é, Lenora, indicando que o pobre homem sofre por sua perda.

Ilustração de John Tenniel. Créditos: Old Books Illustrations

Neste poema, Poe faz uso de uma temática comum em suas obras, o sofrimento causado por uma mulher morta ou doente. O próprio Poe se encontrava neste estado de sofrimento por sua esposa, Virginia Clemm-Poe estar acamada após contrair tuberculose. Alguns estudiosos apontam a doença de Virginia como fonte de inspiração para o poema, que possui inúmeras interpretações possíveis.

LEIA TAMBÉM: CELEBRE O DIA DE EDGAR ALLAN POE

A inspiração para o uso do corvo falante veio do romance Barnaby Rudge: A Tale of the Riots of Eighty, escrito por Charles Dickens. O biógrafo Kenneth Silverman afirma que o corvo foi escolhido por ser uma criatura dotada de fala e que representaria uma “Lembrança Triste e Interminável”.

Na apresentação do poema, no jornal Evening Mirror, o editor escreveu que ele é “insuperável na poesia inglesa por sua concepção sutil, a engenhosa habilidade da versificação e consistência, sustentando a força imaginativa […] Ficará na memória de todos que o lerem”. E ele estava certo. O poema fez sucesso imediato e até hoje O Corvo ecoa na cultura popular. Prova disso é que o DarkBlog reuniu 10 das incontáveis referências feitas a ele, confira:

1. Os Simpsons

O desenho fez referência ao poema em seu primeiro especial de Halloween, o “Casa da Árvore do Horror”. No segmento dedicado a Poe, um corvo (Bart) invade a casa e assombra Homer, levando-o ao desespero.

Créditos: FX/Youtube

No episódio também são encontradas outras referências a Poe, como “O Barril de Amontilado” e um busto do autor na estante de livros.

2. Stephen King

O autor faz referência ao poema em pelo menos duas de suas obras:

Insomnia

No romance de King, visões (possivelmente) causadas pela falta de sono quase levam o protagonista à loucura. Ao analisarmos o poema de Poe, é possível notar que, logo no início, o protagonista parece estar cansado ou com sono, o que poderia justificar a sua visão do corvo, mas a referência mais direta ao poema é feita quando Ralph compara um presságio ao aparecimento de um corvo, como se fosse algo ruim e que levaria à loucura.

Black House

No romance escrito por King em parceria com Peter Straub, além da existência de um corvo falante, a 3ª parte da obra se chama “Night’s Plutonian Shore” (“Costa Plutoniana da Noite” em tradução livre), expressão usada por Poe em seu poema para dizer que o corvo é um mensageiro do submundo, por isso sua aparição está ligada à morte.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA PETER STRAUB, AUTOR DO CLÁSSICO GHOST STORY

3. Neil Gaiman

O autor é outro que faz referência direta ao poema em pelo menos duas obras:

American Gods

Gaiman se inspirou na Mitologia Nórdica para criar seu personagem Odin, que possui 2 corvos chamados  Huginn (“Pensamento”) and Muninn (“Memória/Lembrança”).

Créditos: Screen Rant

Na série televisiva derivada do romance, o personagem Shadow Moon, ao encontrar um dos corvos, pede que ele diga “Nunca Mais”.

LEIA TAMBÉM: NEIL GAIMAN: “O QUE SE PASSA NA MINHA CABEÇA NÃO É O QUE VOCÊ EXPERIMENTA NA SUA CABEÇA.”

Sandman

A obra mais famosa de Gaiman também contém uma referência ao poema de Poe: um dos personagens que habita o Sonhar (o reino de Sandman) é um corvo falante chamado Matthew. Originalmente Matthew era um homem e foi transformado em corvo para que pudesse fugir da morte. 

Créditos: Neil Gaiman

Em um ponto da série, Matthew bate suas asas e exclama “Nunca Mais!”, mas informa que ele estava “sendo Peter Lorre naquele filme de Roger Corman”. O filme em questão é uma paródia do conto original gravado em 1963.

4. O Corvo (filme)

Eric Draven, o personagem principal do filme de 1994 (baseado na graphic novel publicada pela DarkSide® Books), ao arrombar a porta da loja de penhores de Gideon, exclama: “De repente, ouvi uma batida, como de alguém batendo suavemente, batendo na porta do meu quarto”, fazendo referência ao início do poema de Poe.

5. A Família Addams

Criada como uma série de tirinhas publicadas no jornal The New Yorker ainda na década de 1930, a Família Addams sempre foi conhecida por seu humor sombrio e ácido. Nos anos 1960 a série ganhou a televisão, alcançando um público ainda maior e entrando de vez para o coração de muita gente.

Com toda a atmosfera criada em torno do Addams, o mestre Poe não poderia ficar de fora. No episódio 1.2, de 1964, Morticia usa o poema “O Corvo” como uma canção de ninar para embalar o sono de seu filho, Feioso.

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA A ÁRVORE GENEALÓGICA DA FAMÍLIA ADDAMS

6. The Following

Na série estrelada por Kevin Bacon, um agente do FBI investiga uma série de crimes inspirada na Literatura de Poe.

A referência mais forte ao poema acontece quando o principal antagonista recita um trecho do poema como suas palavras finais.

LEIA TAMBÉM: 16 FILMES ADAPTADOS DA OBRA MACABRA DE EDGAR ALLAN POE

7. Calvin e Haroldo

Em 1988 a coleção “The Essential Calvin and Hobbes” publicou “A Nauseous Nocturne”, um poema ilustrado inspirado na obra de Poe.

Créditos: Bill Waterson

Na obra, Calvin culpa as histórias que estava lendo antes de dormir de assustá-lo e recorre ao seu amigo Haroldo para salvá-lo do monstro que se aproxima.

Poe é DarkSide® Books

Mais de duzentos anos após seu nascimento, Poe continua atual. Sua obra se mantém em catálogo por todos os continentes, nos mais diversos idiomas, e é tema comum em teses de mestrado. Do mundo acadêmico para a cultura pop, de tempos em tempos as histórias fantásticas do autor ganham novas adaptações no cinema, na TV e na literatura. Uma obra tão completa não poderia se limitar a um só volume.

No primeiro volume começamos a conhecer a fantástica casa de espelhos de Poe: suas máscaras e segredos, seu ímpeto aventureiro, suas mulheres etéreas e, é claro, seu corvo imortal.

No segundo volume exploramos seus devaneios sobre a finitude humana, o desamparo da perda e a solidão do nunca mais. Um capítulo extra apresenta cartas pessoais do autor. Uma rara oportunidade para o leitor conhecer o homem por trás da obra. Repleta de mistérios e cantos obscuros, a vida pessoal de Poe foi tão intrigante quanto suas narrativas mais fantásticas.

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 1
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Edgar Allan Poe: Medo Clássico Vol. 2
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
H.P. Lovecraft - Miskatonic Edition
R$ 64,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LançamentoMagicae

Lançamento: Dicionário dos Sonhos, de Gustavus Hindman Miller, Linda Shields e Lenore Skomal

Nossos sonhos são portais para o inconsciente, uma linguagem espiritual para desvendar...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Manual Prático das Auras, de Cassandra Eason

As cores e as emoções possuem paralelos que são muito comuns na nossa comunicação...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Manual Prático da Wicca, de Cassandra Eason

Os primeiros passos em um novo universo são, quase sempre, acompanhados por muitas...

Por DarkSide
LançamentoMagicae

Lançamento: Inútil Magia, de Florence Welch

“Canções podem ser incrivelmente proféticas, como mensagenssubconscientes ou...

Por DarkSide
Crime SceneListas

8 Filmes noir para assistir no streaming

Marcado pelo suspense e o tom sombrio, o noir se tornou bem popular nas décadas de...

Por DarkSide