Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


ArtigoMedo Clássico

Personalidade narcisista e O Retrato de Dorian Gray

Conheça outros personagens centrados no próprio ego

05/04/2023

Hedonismo, vaidade e o desejo de permanecer belo e jovem pela eternidade. Quem já leu O Retrato de Dorian Gray conhece bem essa história, acrescentando o macabro detalhe de que o personagem-título tem seus desejos atendidos por meio de um misterioso retrato.

LEIA TAMBÉM: VOCÊ SABE O QUE É A SÍNDROME DE DORIAN GRAY?

A obra-prima de Oscar Wilde refletia, de certa maneira, o extravagante estilo de vida do autor. Mas ela também é um lembrete incômodo sobre os nossos desejos mais íntimos. Nos tempos atuais, o livro conversa com a obsessão das pessoas por se manterem jovens na aparência, um fenômeno chamado de “síndrome de Dorian Gray”.

Mas o personagem de Oscar Wilde está longe de ser pioneiro no culto à própria imagem. A própria mitologia grega tem um personagem que alerta quanto aos perigos da vaidade excessiva: a lenda de Narciso.

Conhecido por sua beleza, Narciso era um caçador filho do rio Cefiso e da ninfa Liríope. Segundo o poeta grego Ovídio, os pais dele tinham consultado um oráculo pouco antes de seu nascimento, quando foi revelado que ele teria uma vida longa, desde que não visse o próprio rosto (soa familiar?).

o retrato de dorian gray

Adulto, Narciso se tornou tão belo que era capaz de despertar amor em homens e mulheres, mas tinha também uma arrogância inabalável. As moças e ninfas desprezadas pediram aos deuses que dessem uma lição no orgulhoso pretendente e foram atendidas pela deusa Némesis, que o condenou a se apaixonar pelo próprio reflexo.

E foi isso o que aconteceu: Narciso ficou tão encantado pela própria beleza que se deitou na margem do rio e definhou enquanto olhava o próprio reflexo na água. Algumas versões dizem que ele foi tão atraído pela própria imagem que entrou no rio e se afogou.

De qualquer maneira, Narciso teve um destino trágico, assim como o próprio Dorian Gray. Sua lenda inspirou o nome de um transtorno de personalidade estudado na psicologia: o narcisismo.

O que é o transtorno de personalidade narcisista

O transtorno de personalidade narcisista é uma condição psicológica em que a pessoa tem um senso irracional da própria importância. Eles precisam e buscam muita atenção por parte dos outros, na esperança de serem admirados. 

Narcisistas têm dificuldade de entender ou se importar com os sentimentos alheios. Apesar da aparência extremamente confiante, essas pessoas são facilmente aborrecidas por críticas.

Homens costumam ser mais afetados pela personalidade narcisista do que mulheres, e o transtorno costuma se manifestar a partir da adolescência ou nos primeiros anos de vida adulta. Algumas crianças podem apresentar traços de narcisismo, mas frequentemente são características típicas da idade, que não significam que elas irão desenvolver transtorno de personalidade narcisista no futuro.

LEIA TAMBÉM: O RETRATO DE DORIAN GRAY E A NOSSA OBSESSÃO PELA JUVENTUDE

Os sintomas e a gravidade de cada um deles pode variar bastante de acordo com o paciente e o contexto de vida de cada pessoa. De modo geral, os seguintes comportamentos são associados ao transtorno de personalidade narcisista:

– Ter um senso desmedido da própria importância, que exige admiração excessiva;

– Sentir que é merecedor de privilégios ou de tratamento especial;

– Esperar ser reconhecido como superior, mesmo que não haja motivo para isso;

Superestimar os próprios talentos e conquistas;

– Preocupar-se com fantasias envolvendo sucesso, poder, brilhantismo, beleza ou o parceiro ideal;

– Acreditar que é superior aos outros e que só pode andar com pessoas igualmente especiais;

– Ser crítico com ou menosprezar pessoas que eles não considerem importantes;

Esperar favores especiais ou obediência inequívoca dos outros;

Aproveitar-se dos outros para conseguir o que quer;

– Não ter capacidade ou vontade de reconhecer as necessidades e sentimentos dos outros;

Sentir inveja dos outros e acreditar que outras pessoas o invejem;

– Comportar-se de modo arrogante, contar vantagem constantemente e agir de maneira pretensiosa;

– Insistir em ter do bom e do melhor em absolutamente tudo.

O transtorno de personalidade narcisista pode afetar tanto a vida de quem sofre do distúrbio como a das pessoas em seu entorno. Dificilmente um narcisista irá se reconhecer como tal e, se porventura buscar assistência psicológica, provavelmente será por outro motivo ou angústia, dificultando o diagnóstico e o tratamento apropriado para essas pessoas.

6 Personagens narcisistas da ficção

Em diferentes graus, alguns personagens fictícios apresentam traços de personalidade narcisista. Frequentemente eles são antagonistas ou alguma espécie de anti-herói, movidos pela própria vaidade ou senso de grandiosidade. Conheça alguns deles:

1. Dorian Gray

Além da analogia com o próprio Narciso, Dorian Gray leva sua vaidade e hedonismo a outros patamares quando toma consciência de sua imortalidade. Tal qual uma pessoa com personalidade narcisista, ele também acha que é mais importante do que os outros e que a vida lhe deve privilégios por isso, além de recorrer a um ato de violência ao menor sinal de crítica.

o retrato de dorian gray

2. Patrick Bateman

Provavelmente a primeira lembrança que vem à mente quando se fala em personagem narcisista é o nome de Patrick Bateman. O protagonista de Psicopata Americano é obcecado pela própria aparência e sucesso. Ao mesmo tempo, cede às suas fantasias de torturar e manipular pessoas para satisfazer as próprias necessidades. Sem qualquer traço de empatia ou consideração pelos outros, ele apresenta sinais de um típico narcisista.

psicopata americano

3. Coringa

Existem diversas versões do Coringa em histórias em quadrinhos, animações, séries e filmes. E em todas elas, o vilão se mostra um personagem altamente perturbado, com sinais que vão desde a sociopatia até a esquizofrenia, mas com espaço para se encaixar na classificação do DSM-5 para transtorno de personalidade narcisista. Um exemplo pode ser observado no filme Coringa, que conta a origem do personagem: preso em suas fantasias de grandiosidade, sua baixa autoestima evolui para uma espiral de caos quando ninguém ri de suas piadas no talk show.

coringa

4. A Rainha Má da Branca de Neve

Quão vaidosa e narcisista alguém precisa ser para não suportar a ideia de que outra pessoa seja mais bonita do que ela? Seu desejo de ser vista como a mais bela era tão grande que ela chegou ao ponto de encomendar o assassinato de Branca de Neve para acabar com a “concorrência”. Egoísta e sem considerar a repercussão de suas ações, ela tem a falta de empatia característica de um narcisista.

rainha branca de neve
Disney/Divulgação

5. Lúcifer

Na série de TV, Lúcifer apresenta alguns traços de personalidade narcisista, como o sentimento de grandiosidade, de que merece privilégios e sua incapacidade de reconhecer as necessidades e os sentimentos dos outros. Lúcifer também se aproveita de seu poder de persuasão para conseguir o que quer. Só que diferentemente da maioria dos narcisistas, ele reconhece sua condição e começa a fazer terapia para compreender melhor as emoções humanas. De modo geral, podemos dizer que Lúcifer é uma metáfora para a personalidade narcisista.

Lúcifer
Netflix/Divulgação

6. Baby Jane Hudson

O senso de grandiosidade acompanha Baby Jane Hudson, de O que Terá Acontecido a Baby Jane?. Como uma ex-estrela mirim que se recusa a reconhecer o envelhecimento e a decadência de sua carreira, ela se deixa levar pela inveja do sucesso e da riqueza da irmã, Blanche. Jane manipula e comete atrocidades contra a irmã, presa na ilusão de que ela é quem merecia ter uma vida de sucesso e glamour.

Baby Jane deu origem ao que ficou conhecido como Hagsploitation

LEIA TAMBÉM: O QUE OS FILMES PSICOPATA AMERICANO E CORINGA TÊM EM COMUM?

Sobre DarkSide

Avatar photoEles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

O Retrato de Dorian Gray + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Princesas Dark + Brinde Exclusivo
R$ 69,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Psicopata Americano + Brinde Exclusivo
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Crime Scene FictionFilmesNovidades

Um remake de Psicopata Americano? Até que não parece má ideia

Estrelado por Christian Bale, Psicopata Americano (2000) está vivendo um revival de...

Por DarkSide
CuriosidadesGraphic Novel

O que é ero guro?

Um gênero marcado pela união entre o erótico e o grotesco. Uma manifestação...

Por DarkSide
DarksideFilmes

Qual a relação de Casa de Folhas e filmes found footage?

Recém-chegada em sua nova residência suburbana, uma família decide instalar câmeras...

Por DarkSide
EventosNovidades

DarkSide® estará na Festa do Livro UFMG 2024

A Festa do Livro UFMG 2024 estará mais Dark: a DarkSide® Books é uma das mais de 40...

Por DarkSide
FilmesNovidades

Doug Bradley gostaria de voltar a interpretar Pinhead em Evangelho de Sangue

Doug Bradley conquistou status de ícone do terror com sua representação de Pinhead...

Por DarkSide