Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


FilmesVários

Zodíaco: O que é verdade e o que é ficção no filme de 2007

Contém spoilers, leia depois de assistir

Os assassinatos do Zodíaco, que assombraram a Baía do São Francisco no final dos anos 60 e início dos anos 70, entraram para o imaginário coletivo principalmente por conta da não resolução dos crimes (as investigações estão abertas há mais de 50 anos), dando origem a livros e filmes. Dentre eles, o mais famoso é o filme de 2007 do diretor David Fincher com Robert Downey Jr, Jake Gyllenhaal e Mark Ruffalo. Confira no DarkBlog o que é verdade e o que é ficção na obra.

LEIA TAMBÉM: GRUPO DE INVESTIGADORES APONTA POSSÍVEL IDENTIDADE DO ASSASSINO DO ZODÍACO

A história

A maior parte da história é real, o Zodíaco, como ficou conhecido, fez pelo menos 7 vitimas entre 1968 e 1969, enviando diversas cartas para jornais e exigindo que suas mensagens criptografadas fossem publicadas. Em uma reunião com a polícia foi decidido que as cifras seriam divulgadas nos jornais, dando início à “febre” sobre o caso.

Paul Avery

Avery foi um jornalista real, o único ao qual o Zodíaco endereçou uma carta nominalmente. Ele foi o responsável por uma série de matérias sobre os casos e também se aproveitou de sua posição e conhecimento para investigar por conta própria quem era o assassino.

Diferente do que foi retratado no filme, Avery não vivia recluso, tampouco teve sua carreira encerrada após o caso. Ele, inclusive, trabalhou em outro caso importante e publicou um livro sobre o sequestro de Patty Hearst.

LEIA TAMBÉM: FILME, LIVRO E DOCUMENTÁRIO: UM MERGULHO NA MENTE DE TED BUNDY

Robert Graysmith

Graysmith é uma figura real e trabalhou como cartunista no San Francisco Chronicle, um dos jornais a receber e publicar as mensagens cifradas. Assim como no filme, ele ficou obcecado pelos crimes, que acabaram por ocupar boa parte da sua vida pessoal e levaram seu casamento ao fim. 

Graysmith abandonou sua carreira como cartunista para se dedicar à escrita. Ele já escreveu três livros sobre o caso: Zodiac, de 1986 (que serviu como base para o filme de 2007), Zodiac Unmasked, de 2002 e Shooting Zodiac (lançado em 2021). Além dos livros sobre o Zodíaco, ele publicou mais 9 livros sobre outros casos e crimes reais.

Arthur Leigh Allen 

Allen foi considerado suspeito por 20 anos e existiam diversas provas contra ele, como o relógio da marca Zodiac, botas que combinavam com as pegadas encontradas e uma máquina de escrever que correspondia à máquina usada pelo assassino.

Em 2002, 10 anos após a morte de Allen, a polícia comparou o seu DNA com uma amostra recolhida em um dos envelopes e ela se mostrou negativa. Em 2018 ele voltou a ser considerado suspeito por conta de irregularidades envolvidas na coleta de DNA do envelope.

Cartas

O Zodíaco enviou cerca de 18 cartas para os jornais e polícia. O casal Donald Gene Harden e Bettye June Harden conseguiu decifrar a 1ª mensagem rapidamente, mas o que o filme não mostra, ou pelo menos não aprofunda, é que Donald foi considerado suspeito por um tempo por conta da rapidez e facilidade em quebrar a cifra. 

Uma das cifras enviadas pelo Zodíaco

Das 4 cifras enviadas pelo assassino, apenas duas foram decifradas até hoje: uma pelo casal Harden em 1969 e outra em 2020 por um grupo amador formado por 3 pesquisadores de países diferentes. O grupo afirma que a demora na decodificação se deve ao fato do assassino ter usado um método militar para criá-la. Apesar do Zodíaco ter afirmado em uma das cartas que seria possível descobrir seu nome se as cifras fossem quebradas, nem a polícia e nem os grupos independentes conseguiram chegar perto disso.

LEIA TAMBÉM: 6 FATOS PERTURBADORES SOBRE O ASSASSINO BTK

A ligação para um programa de TV

Uma das coisas mais curiosas que acontecem durante o filme é a ligação do Zodíaco para um programa de tv onde ele conversa com um famoso advogado da região. Esse fato realmente ocorreu e foi uma exigência do próprio suspeito que ele conversasse com um advogado se não começaria uma matança contra crianças. 

Jim Dunbar (apresentador) e Melvin Belli durante a ligação feita para a televisão.

Embora a polícia duvidasse da veracidade da chamada, a esperança era que isso expusesse o impostor e chamasse atenção do verdadeiro Zodíaco, fazendo com que ele se manifestasse.

BÔNUS: A produção do filme foi tão estressante para o ator Robert Downey Jr que ele deixava garrafas de urina no set de filmagem como forma de protestar contra o diretor. Foi o próprio David Fincher que revelou isso durante uma entrevista: “Na verdade, ele deixou jarros de urina no set, no canto. Ele faria xixi e traria de volta como uma forma de protesto.”

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
FilmesListasMedo Clássico

10 curiosidades sobre Bela Lugosi que todo fã de terror deveria conhecer

Bela Lugosi definiu a forma como os vampiros são interpretados no cinema muito antes...

Por DarkSide
DarkloveDarklove ClassicsListas

Os principais temas de O Morro dos Ventos Uivantes

O tórrido romance entre Catherine e Heathcliff marcou gerações e inspirou muitas...

Por DarkSide
Crime SceneListas

Conheça 3 personagens inspirados no assassino BTK

Foram necessárias décadas para que a polícia finalmente desvendasse a identidade do...

Por DarkSide
Coven MagicaeMagicae

A descoberta da Bruxa que existe dentro de você!

Você sabia que a descoberta da Bruxa(o) que existe em você não depende de ninguém,...

Por Dani Petrucci
MacabraMagicae

Afinal, o que é considerado ocultismo?

O ser humano sempre teve uma necessidade insaciável de buscar respostas para aquilo...

Por Macabra