Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


Graphic NovelListas

Yellow Submarine: Conheça 5 curiosidades sobre o álbum

Álbum completa 53 anos em 2022

Paul McCartney estava quase adormecendo quando começou a imaginar uma cantiga infantil. As imagens começaram a surgir em sua mente naquele momento em que não estamos totalmente despertos mas ainda não dormimos. Em sua biografia, McCartney conta: “Eu me lembro de pensar que uma música infantil seria uma boa ideia e pensei em algumas imagens, e surgiu a cor amarela e um submarino, e eu pensei que um submarino seria legal, como um brinquedo de criança.”

Gravada pelos Beatles e contando com o vocal do baterista Ringo Starr, a canção conta a história de um marinheiro que tinha um submarino amarelo e viajava para uma terra alegre. Lançada no álbum Revolver, de 1966, a música virou filme em 1968 e ganhou um álbum próprio com a trilha sonora.

LEIA TAMBÉM: COMO YELLOW SUBMARINE FOI PARAR NO CINEMA

Os Beatles já eram um grande sucesso na época, tendo inclusive estrelado os filmes A Hard Day’s Night e Magical Mistery Tour e virado desenho animado, mas um filme totalmente animado era novidade para os meninos do Fab Four (apelido pelo qual o quarteto ficou conhecido desde o início da carreira). O álbum está completando 53 anos em 2022 e agora você confere 5 curiosidades sobre ele.

1. Apenas 6 músicas da banda

O álbum, originalmente pensado para ser a trilha sonora do filme, contém apenas 6 canções dos Beatles de um lado (sendo 4 inéditas) e, do outro lado, 6 músicas orquestradas que tocam no longa.

As músicas da banda são:
1. Yellow Submarine;
2. Only a Nothern Song;
3. All Together Now;
4. Hey Bulldog;
5. It’s All too Much;
6. All You Need is Love

2. Yellow Submarine Songtrack

Em 1999, coincidindo com a remasterização do filme, foi lançada uma outra versão do álbuma chamada “Yellow Submarine Songtrack”. Essa edição conta com as 6 músicas originais dos Beatles e mais 9 músicas lançadas em outros álbuns, como “Eleanor Rigby” (do álbum Revolver) e “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” (do álbum homônimo).

3. “Nothing is Real”

A ilustração da capa do álbum segue o padrão das imagens do longa, mas a versão lançada no Reino Unido contém a frase “Nothing is Real” (“nada é real) abaixo do título, diferente da versão lançada nos Estados Unidos.

A frase, na verdade, é um verso retirado da música “Strawberry Fields Forever”.

LEIA TAMBÉM: O LADO DARK DOS BEATLES

4. Diversas interpretações foram feitas

Ao longo do tempo diversas interpretações foram sendo feitas sobre os reais significados do álbum, principalmente o relacionando ao uso de drogas. Sobre isso, McCartney já declarou: “As pessoas dizem, ‘Submarino amarelo? O que significa? O que está por trás disso?’ Nada! Eu sabia que a música ganharia significados, mas é só uma música infantil.”

5. O longa virou quadrinho!

O longa conta a história de um marinheiro que viaja por terras submersas cheias de cores e alegria mas que, em determinado momento, passam a ser ameaçadas por um vilão chamado “Blue Meanies” que busca acabar com a felicidade. É nesse momento que os Beatles entram em cena espalhando amor, bondade e felicidade com suas músicas.

50 anos após o lançamento do longa, a história foi parar nos quadrinhos numa adaptação feita por Bill Morrison, editor da Revista MAD e com um currículo que inclui trabalhos para a Disney, Simpson e Futurama.

Em entrevista ao DarkBlog, Morrison afirmou: “O maior desafio foi criar uma versão de Yellow Submarine que não tem som ou animação, mas, ainda assim, com algo a oferecer. ‘Por que eu iria querer experimentar Yellow Submarine sem som ou animação quando eu poderia simplesmente assistir ao filme?’. Então me dei conta de que tinha que ser mais criativo ao pensar o desenho das páginas e dos painéis, e tirar proveito de verdade das coisas que eu poderia fazer graficamente, impossíveis de serem abordadas no filme.”

LEIA TAMBÉM: BILL MORRISON FALA SOBRE O DESAFIO DE ADAPTAR CLÁSSICO DOS BEATLES PARA QUADRINHOS

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

THE BEATLES: YELLOW SUBMARINE
R$ 79,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
Nós, os ETs + Brinde Exclusivo
R$ 54,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
  • Experiência Dark
  • Experiência Dark
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DarksideEntrevistaPerfil

Agustina Bazterrica: “A literatura de terror é um canal das emoções sociais”

A distopia Saboroso Cadáver nos apresenta a um mundo em que a carne animal se tornou...

Por DarkSide
CuriosidadesMedo Clássico

Quem foi Vita Sackville-West, inspiração para Orlando

Algumas das maiores obras de todos os tempos foram inspiradas em paixões reais. Esse...

Por DarkSide
AnimaçãoDarksideFilmes

O poder da mitologia na cultura pop

Sempre vamos precisar de heróis para nos inspirar com feitos e desafios fabulosos. Das...

Por DarkSide
Coven MagicaeMagicae

Cozinha da Bruxa

Nossa cozinha tem o equilíbrio perfeito dos 4 elementos: a água, equilibrando nossas...

Por Dani Petrucci
Cine Book ClubFilmesListas

6 Máscaras de filmes de terror e suas inspirações reais

Desde os desenhos do Scooby-Doo nos acostumamos a vilões mascarados. Há certo...

Por DarkSide