Dark

BLOG

O UNIVERSO DARK DE FÃ PARA FÃ


DarksideLançamentoListas

4 livros nacionais que você precisa conhecer

O sangue corre quente na literatura brasileira

Livros são portais mágicos que transportam o leitor para outros mundos e outras épocas, cabendo a ele definir a que velocidade a história se desenrola. Neste Dia Nacional do Livro, o DarkBlog traz os 4 lançamentos nacionais mais recentes que os Darksiders precisam conhecer.

1. Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai

A morte de pessoas próximas é sempre chocante para nós, mas o choque pode criar novas memórias e nos fazer esquecer como essa pessoa realmente era? É possível amar quem tanto mal nos causou e aceitar seus abusos de forma pacífica e até saudosa? Paula Febbe responde isso.

Em Vantagens que Encontrei na Morte do meu Pai acompanhamos a história de Débora, uma enfermeira focada em cuidados paliativos e que, após a perda do pai, tem sua mente devastada e suas memórias perturbadas ao não conseguir viver seu luto da forma que deveria. Aquela morte também trouxe alívio, mas isso deveria ser bom?

Em entrevista para o DarkBlog, a própria autora falou sobre a obra: “É um livro que fala sobre como muitas mulheres se sentem na condição de abuso, mesmo que o desfecho que a protagonista dá pra este abuso, seja mais brutal que o desfecho da maioria das mulheres.”

LEIA TAMBÉM: PAULA FEBBE: “O MAIS IMPORTANTE DA ARTE É QUE A GENTE CONSIGA TRANSGREDIR.”

2. Inventário de Predadores Domésticos

O que caracteriza o predador? Seu apetite? Sua selvageria? Sua objetividade? É possível encontrar esse predador dentro de casa? As criaturas encontradas neste bestiário visceral nos guiam por cantos escondidos de nossa mente e trazem à tona memórias perdidas que nunca deveriam ser remexidas.

Em Inventário de Predadores Domésticos, Verena Cavalcante nos convida para um passeio em nossa memória, principalmente à nossa infância, para mostrar que aqueles predadores sempre estiveram ali e, assim como nós, cresceram e se aperfeiçoaram. Aqui o leitor terá visões devastadoras de um lugar e tempo que, se não mais existem, jamais nos deixarão em paz.

Em entrevista para o DarkBlog, a autora contou sobre o seu processo de escrita e de onde vêm suas inspirações: “Minhas histórias nascem de lembranças do passado, de notícias lidas em jornais, de “causos” contados pelas minhas avós, de medos atávicos, de reflexões sobre a natureza humana, da observação dos insetos, da leitura de textos ocultistas e de coisas sombrias que vivem dentro de mim.”

LEIA TAMBÉM: VERENA CAVALCANTE: “SOU UMA PESSOA QUE VIVE DE MEMÓRIAS, REMINISCÊNCIAS.”

3.  Morto Não Fala E Outros Segredos de Necrotério

A vida na cidade grande pode ser cruel, mas a morte não é muito melhor. O que fazer quando um cadáver fala com você e resolve contar a sua história? Estamos prontos para encarar as consequências disso?

Morto Não Fala E Outros Segredos de Necrotério é um mergulho abissal em um universo onde o horror real se mistura com a ficção e nos fisga para histórias fantásticas que acontecem em nossa própria região, como a de Jucélia, que mesmo sofrendo com o preconceito e racismo pela vida inteira, conquistou uma vaga no curso de medicina e agora se fortalece com a esperança de dias melhores.

Em entrevista ao DarkBlog, o autor Marco de Castro contou sobre seu começo na literatura e o que mais lhe inspira a escrever: “O único monstro real é o próprio ser humano, né? Que é capaz de realizar as piores atrocidades movido por coisas como cobiça, inveja, crença, ódio… Não há limite para a maldade dos homens. Nos meus contos, gosto muito de usar elementos sobrenaturais ou fantásticos, mas, via de regra, o horror da realidade sempre suplanta o horror imaginário.”

LEIA TAMBÉM: MARCO DE CASTRO: “O HORROR DA REALIDADE SEMPRE SUPLANTA O HORROR IMAGINÁRIO.”

4. Porco de Raça

Até onde você iria para se manter vivo? Seria capaz de lutar contra outras pessoas apenas para servir de entretenimento para os mais ricos? Quanta degradação física e moral seria capaz de suportar?

Em Porco de Raça, a obra vencedora na categoria romance/conto do Prêmio Machado DarkSide, encontramos um professor falido que vai até as últimas consequências, mesmo que elas signifiquem abdicar de toda a sua moral e educação para se manter vivo. O confinamento pode mudar uma pessoa e a falta de liberdade pode transformar todos em seres irracionais.

Em entrevista ao DarkBlog, o autor Bruno Ribeiro comenta sobre o seu processo de escrita, influências e dá dicas para quem está começando na Literatura: “Seja fiel ao que você quer contar. Não siga modas ou tendências. Se a moda ou tendência dialogar com aquilo que você quer contar, ótimo: aproveita a onda. Mas não mude a maré só porque tá dando peixe pro lado de lá.”

LEIA TAMBÉM: BRUNO RIBEIRO: “O HORROR É O ESPELHO DISTORCIDO – E MUITAS VEZES NEM TÃO DISTORCIDO ASSIM – DA NOSSA REALIDADE.”

Sobre DarkSide

Eles bem que tentaram nos vender um mundo perfeito. Não é nossa culpa se enxergamos as marcas de sangue embaixo do tapete. Na verdade, essa é a nossa maldição. Somos íntimos das sombras. Sentimos o frio que habita os corações humanos. Conhecemos o medo de perto, por vezes, até rimos dele. Dentro de nós, é sempre meia-noite. É inútil resistir. Faça um pacto com quem reconhece a beleza d’ O terror. O terror. Você é um dos nossos.

Website

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Obrigado por comentar! Seu comentário aguarda moderação.

Indicados para você!

Porco de Raça + Brinde Exclusivo
R$ 49,90
5% de Descontono boleto
COMPRAR
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Graphic NovelListasMedo Clássico

Da obsessão à inspiração: As principais influências de H.P. Lovecraft

Passado quase um século desde a publicação de suas obras, hoje é difícil imaginar...

Por DarkSide
Dark House

As sinistras colaborações de Michael McDowell e Tim Burton

Michael McDowell tinha uma ideia muito bem definida quanto ao seu legado: nunca...

Por DarkSide
Darklove

Kerri Maniscalco: Novos livros chegarão ao Brasil

Os DarkSiders pediram e a Caveira ouviu: As bruxas de Kerri Maniscalco chegam na...

Por DarkSide
Coven MagicaeMagicae

Respeita a bruxa que habita teu ser

Você já se perguntou o que eu estou fazendo aqui? É tanta coisa que a gente vive,...

Por Devaneio da Bruxa
Graphic NovelListas

Uma Dobra no Tempo: 5 curiosidades sobre a autora Madeleine L’Engle

Madeleine L’Engle foi uma mulher à frente do seu tempo e suas obras atravessaram...

Por DarkSide